cenário está armado para o Corinthians ser campeão brasileiro de 2017. Depois da vitória de 1 a 0 sobre o Atlético-PR, em Curitiba, nesta quarta-feira, são oito pontos de vantagem para o segundo colocado (agora, o Grêmio), faltando 15 em disputa. Tudo converge para o título do Timão:

  • A equipe volta a embalar com, pela primeira vez no returno, duas vitórias seguidas, ambas muito expressivas: no clássico com o Palmeiras e na Arena da Baixada.
  • Faltam só cinco rodadas, e os dois próximos jogos são em casa, contra dois adversários mal colocados na tabela: o Avaí (19º, com duas derrotas consecutivas) e o Fluminense (13º).
  • Os concorrentes pouco ameaçam. Santos e Palmeiras perderam (para Vasco e Vitória) enquanto o Corinthians ganhava, e o Grêmio, forte mesmo com os reservas (venceu a Ponte), está mais preocupado com a final da Libertadores.

A turbulência passou. E passou porque o Corinthians, em grande parte da caminhada como líder, plantou competência para colher sorte.

Pois colheu na hora certa. Não merecia ter vencido o Atlético-PR nesta quarta. Não jogou bem. Mas venceu – com o goleiro reserva (Walter) pegando pênalti e um dos atletas mais contestados do elenco (Giovanni Augusto) fazendo o gol da vitória.

Melhores momentos: Atlético-PR 0 x 1 Corinthians pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

Melhores momentos: Atlético-PR 0 x 1 Corinthians pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

Em vias de ser campeão, este Corinthians não será tão celebrado pela história quanto os times de 2012 (aquele da Libertadores e do Mundial) e 2015 (campeão brasileiro) – para citar dois exemplos recentes. É menos vistoso.

E isso só valoriza o trabalho de Fábio Carille, o responsável por montar uma equipe tão operária, tão solidária, de tanto senso coletivo. Uma equipe assim não nasce por geração espontânea.

O maior (talvez único) risco do Corinthians nos passos finais da trajetória até a taça e já se achar campeão. Não será enquanto a matemática, essa pragmática, não confirmar. Mas esse elenco já deu provas suficientes de não ser afeito a empolgações.

Daqui a uma semana, os corintianos que estão lendo este texto poderão já ser campeões brasileiros. Bastará vencer os dois jogos e torcer para que o Grêmio não faça o mesmo. Batendo Avaí sábado e Fluminense na quarta, o Corinthians não poderá mais ser alcançado por Santos e Palmeiras.

O cenário está pronto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here